.posts recentes

. À beira de um ataque de c...

. 16-05-2008

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

Terça-feira, 20 de Maio de 2008

À beira de um ataque de criação! - motivo de artigo

"Escola Secundária Soares Basto aderiu ao concurso ‘Cidades Criativas’

promovido pela Universidade de Aveiro e APPLA
Jovens atentos aos problemas do município

No âmbito das comemorações do 24º aniversário da elevação de Oliveira de Azeméis a cidade, duas turmas da Escola Secundária Soares Basto apresentaram as conclusões dos trabalhos que desenvolveram no contexto do programa ‘Cidades Criativas’, lançado pela Universidade de Aveiro e pela APPLA.
Patrícia Santos

“Oliveira de Azeméis, como cidade educadora, tem procurado ter uma formação integral, alargada a todas as áreas”, principiou por dizer o vereador responsável pelo pelouro da educação, ao acrescentar que a autarquia pretende que a urbe seja “um espaço vivo e dinâmico, onde dê gosto viver, trabalhar e estudar”. Albino Martins referiu, também, que o projecto ‘Cidades Criativas’ visa “um trabalho de reflexão sobre a nossa cidade” e, desta forma, “é importante beber da inspiração dos mais jovens, cujas lições de vida podem ser aplicadas ao dia-a-dia”.

Jovens mais perto da sua cidade
Segundo Ângela Fernandes, presidente da Associação Portuguesa de Planeadores do Território, “a natureza multidisciplinar e transversal do tema das ‘Cidades Criativas’ permitiu que os alunos pudessem desenvolver um conjunto de projectos ou iniciativas concretas, agregando vários domínios do saber e permitindo uma aproximação com o seu meio – a cidade”. O concurso lançado pela Universidade de Aveiro e pela APPLA propôs que “os alunos se organizassem em equipas com o objectivo de produzir um estudo que contivesse uma reflexão sobre a cidade/vila onde vivem e/ou estudam, identificando o seu potencial cultural, económico, tecnológico e de urbanidade”.

Soares Basto aderiu de imediato
Ângela Fernandes recordou que os grupos de trabalho de Oliveira de Azeméis foram um dos primeiros a aderir à iniciativa. “Ao longo deste ano escolar, as equipas ‘OAZ convida’ e ‘À beira de um ataque de criação’ desenvolveram um trabalho extraordinário, tanto através dos seus blogues como de um conjunto de iniciativas que organizaram”, sublinhou a presidente da APPLA, ao deixar uma palavra de “reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e os votos de que este exercício crítico e criativo de olhar a cidade vos possa acompanhar nos vossos projectos de futuro”.

Projectos para a cidadania
A professora Sónia Feliciano lembrou que o programa ‘Cidades Criativas’ foi inserido na ‘Área de Projecto’, cuja disciplina não curricular fomenta o trabalho de grupo e atribui uma visão integradora do saber. Os alunos aprenderam a trabalhar técnicas de investigação, desenvolvendo assim um projecto para a cidadania. Porém, “mais do que o saber urge trabalhar com os alunos para o ser”, disse a docente que coordenou uma das turmas do 12º ano de escolaridade. A professora Ana Luísa Gomes também trabalhou, lado a lado, com uma outra equipa de alunos. “Foi com grande entusiasmo que propus aos meus alunos este projecto que é único”, salientou a docente, recordando a boa disposição dos alunos que interagiram com os utentes das instituições que visitaram. Os grupos de trabalho dedicaram-se, particularmente, à componente cultural, social e cívica, com destaque para o voluntariado. "

in Correio de Azeméis, 20-05-2008

 

 

 

Uma salva de palmas para À beira de um ataque de criação e OazconVida 

publicado por abeiradeumataquedecriacao às 21:04
link do post | comentar | favorito

16-05-2008

Fig - 1 Diana Santos , Marlene Silva, Susana Moreira e Rosa Tavares

 

À beira de um ataque de criação! teve a honra de apresentar o seu projecto, juntamente com a delegada e sub-delegada da turma 12ºH, representantes dos opositores ao Concurso Cidades Criativas, a inúmeras entidades, incluindo Presidente da CMOA, Vice-Presidente, Vereador da Cultura, Presidente da APPLA. Fora no dia 16 do mês corrente, dia em que Oliveira de Azeméis há 24 anos fora elevada cidade.

 

(Muitas foram as felicitações por parte de todos aos vários projectos e tivemos direito a uma pequena lembrança da parte da Câmara Municipal.)

 

 

Fig.2 - Diana Santos, Marlene Silva, Professora Sónia Feliciano Martins, Rosa Tavares, Susana Moreira.

 

 

 As palavras serão sempre insuficientes para agradecer o apoio oferecido pela nossa estimada professora. Obrigado por ter feito com que a nossa vontade e  o nosso empenho emergissem nos ditos avanços e recuos, altos e baixos.

 

 

(ARTIGO SOBRE O ACONTECIMENTO NO JORNAL "CORREIO DE AZEMÉIS" do dia 20-05-2008, p8)

 

 

 

 

 

publicado por abeiradeumataquedecriacao às 20:23
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Tags

. todas as tags

.links

.usa os olhinhos

"I have a dream that one day this nation will rise up and live out the true meaning of its creed: "We hold these truths to be self-evident: that all men are created equal." I have a dream that one day on the red hills of Georgia the sons of former slaves and the sons of former slave owners will be able to sit down together at a table of brotherhood. I have a dream that one day even the state of Mississippi, a desert state, sweltering with the heat of injustice and oppression, will be transformed into an oasis of freedom and justice. I have a dream that my four children will one day live in a nation where they will not be judged by the color of their skin but by the content of their character. I have a dream today. (...) Let freedom ring from every hill and every molehill of Mississippi. From every mountainside, let freedom ring. " MLK
blogs SAPO

.subscrever feeds